Creamfields - 2007

Compartilhe este evento
 

Veja as fotos do evento

thumb thumb thumb thumb thumb thumb thumb thumb thumb thumb thumb thumb thumb thumb thumb
mais fotos

Release do evento

O Creamfields foi criado em 1998 em Liverpool, na Inglaterra, com a idéia de oferecer um festival de música ambientado em um grande espaço. Já nasceu diferente: foi o primeiro grande evento a apresentar em seu palco principal shows e performances ao vivo ao lado de consagrados DJs.

Desde então o festival cresceu e absorveu várias outras tendências musicais, tornando-se um evento cultural para todas as idades. Por dois anos consecutivos - 2000 e 2001 - o Creamfields foi votado como "Event of The Year" pelo Muzik Awards.

A presença dos mais badalados DJs ganhou visibilidade internacional e, em 2002, o festival começou a rodar o mundo, passando por países como Estados Unidos, Espanha, Japão, Grécia, República Tcheca, Polônia e Portugal, Irlanda, Turquia, México e Chile.

O evento chegou ao Brasil, em 2004, em Curitiba. Em 2005, ainda em Curitiba, o festival ganhou proporções maiores, levando 13 mil pessoas ao autódromo internacional da cidade. No mesmo ano o Creamfields Reino Unido foi votado como o "Best Dance Festival" pelo segundo ano consecutivo e também recebeu o prêmio "Festival Event of The Year" pela edição realizada na Argentina, tornando-se o maior festival da América Latina.

Em 2006, o festival chegou ao Rio de Janeiro e a Minas Gerais. No ano seguinte, movimentou um público de 52 mil pessoas em Buenos Aires, com atrações como The Chemical Brothers, Carl Cox e Herman Cattaneo antes de chegar a Belo Horizonte e ao Rio.

A edição 2008, a décima da história do megaevento, foi realizada em 12 países, além do Brasil, incluindo Espanha, Polônia, República Tcheca, México, Malta, Argentina, Chile, Romênia e Peru.

Considerado o maior festival itinerante de música eletrônica do mundo, o Creamfields vem rodando o mundo desde 1998. Inglaterra, Polônia, Rússia, República Tcheca, Irlanda, Portugal, Turquia, México, Chile e Argentina são alguns dos quarenta países que já abrigaram o evento, além do Brasil. Antes de chegar a Belo Horizonte em novembro de 2007, no MegaSpace, o Creamfields movimentou os fãs da e-music em Buenos Aires, reunindo um surpreendente público de 52 mil pessoas.

Em 2007, o Creamfields, festival com label internacional, reuniu nomes como o iraniano Sharam Tayebi (Deep Dish), o sueco Steve Angello, os israelistas do Infected Mushroom, o italiano Benny Benassi, a dupla Growling Machines, o francês Talamasca, o holandês Shanti e os espanhóis David Amo & Julio Navas, além de outras seis atrações em noite memorável no Mega Space.

Uma das razões do sucesso da marca Creamfields é a criteriosa seleção de DJs. Com as atrações se apresentando simultaneamente em duas tendas %u2013 a "Cream" com os DJs de house e a "Trance Moviment", com os DJs de trance e psy, a noite começou a partir das 21h de sexta-feira e só terminou no sábado, depois da apoteótica apresentação do Infected Mushroom às 8 da manhã. Foram mais de 15 horas de uma batida alucinante e hipnótica de vários estilos de música eletrônica, tocados sem pausa.

Assinam a organização do Creamfields duas "marcas" de sucesso em eventos de música eletrônica na capital mineira: o selo e-Spirit e a produtora House of Fun. Juntos, marcaram um grande gol para a ascensão do gênero em Belo Horizonte com o show do DJ Tiesto, em 2005, um marco na história da cidade. Depois vieram Fat Boy Slim (duas vezes), o alemão Paul Van Dyk e novamente Tiesto em 2007. O selo organiza as edições do Circuito Peugeot de Música Eletrônica e mantém um calendário anual de eventos com top djs nacionais e internacionais.

ACONTECE NO MEGA

Redes sociais »

Parceiros